Estão neste momento a decorrer as seguintes iniciativas:

  • Articulação horizontal das principais entidades do SGIFR (ICNF, ANEPC e GNR) na esfera nacional, regional e supramunicipal na identificação dos locais de risco e no planeamento das medidas de prevenção e présupressão, nomeadamente, áreas prioritárias de gestão de combustível, a definição de percursos, patrulhamento e antevisão da possibilidade de ocorrência de incêndios extremos em algumas zonas do país.
  • Apoio ao DECIR em várias áreas de conhecimento e participação operacional no diagnóstico, nomeadamente, metodologia, gestão de risco e análise de comportamento de fogo. Vão integrar o dispositivo de combate 35 peritos, através de equipas de gestão integrada de fogos rurais, disponibilizadas para os postos de comando, sempre a pedido da ANEPC e em estreita articulação com a ANEPC.
  • Participação no Núcleo de Apoio à Decisão para Análise de Incêndios Rurais (NAD-AIR da ANEPC), apoiando à decisão estratégica e operacional durante o desenvolvimento das ocorrências, bem como na elaboração da análise estratégica periódica.